Sexta-feira, 27 de Fevereiro de 2009
A Anedota do dia

 

Um velho doutor que sempre trabalhara no meio rural, achou que tinha chegado a hora de se aposentar depois de ter exercido a medicina mais de 50 anos !
Ele encontrou um jovem médico para o lugar dele, e sugeriu ao novo diplomado de o acompanhar nas visitas domiciliares, para que as pessoas se habituassem a ele progressivamente.
Na primeira casa uma mulher queixou-se que lhe doía muito o estômago.
O velho doutor respondeu-lhe:
- Sabe, a causa provável, é que você abusou das frutas frescas... Por que não reduz a quantidade que consome ?
Quando eles saíram da casa
O jovem disse:
- O senhor nem sequer examinou aquela mulher...Como conseguiu chegar a este diagnóstico assim tão rápido ?
- Oh, nem valia a pena examiná-la...Você notou que eu deixei cair o estetoscópio no chão ? Quando me baixei para apanhá-lo, notei que havia meia dúzia de cascas de bananas no balde do lixo. É provável que fosse isso que lhe deu as dores.
- Hum ! Que esperteza ! Eu penso que vou tentar empregar essa técnica na próxima visita.
Na casa seguinte, eles passam vários minutos a falar com uma mulher ainda jovem. Ela queixava-se de uma grande fadiga:
- Eu me sinto completamente vazia...
O jovem doutor disse-lhe então :
- Você deu provavelmente muito de si mesma para a igreja...Talvez que, se reduzir essa actividade, lhe permita recuperar um pouco de energia.
Assim que deixaram aquela casa, o velho doutor disse para o novo :

- O seu diagnóstico surpreendeu-me...Como é que chegou à conclusão que aquela mulher se dava de corpo e alma aos trabalhos religiosos ?

- Eu apliquei a mesma técnica precedente que o senhor me indicou : deixei cair o meu estetoscópio, e quando me baixei para o apanhar, vi que o padre estava debaixo da cama...!!! 

 

                                          Religious animated gif
 


tags:

publicado por tudoanorte às 17:16
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito

The great debate



publicado por tudoanorte às 17:05
link do post | comentar | favorito

Quinta-feira, 26 de Fevereiro de 2009
Milk !...



publicado por tudoanorte às 19:15
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito

ADEUS

Já gastámos as palavras pela rua, meu amor,
e o que nos ficou não chega
para afastar o frio de quatro paredes.
Gastámos tudo menos o silêncio.
Gastámos os olhos com o sal das lágrimas,
gastámos as mãos à força de as apertarmos,
gastámos o relógio e as pedras das esquinas
em esperas inúteis.

 

Meto as mãos nas algibeiras e não encontro nada.
Antigamente tínhamos tanto para dar um ao outro;
era como se todas as coisas fossem minhas:
quanto mais te dava mais tinha para te dar.
Às vezes tu dizias: os teus olhos são peixes verdes.
E eu acreditava.
Acreditava,
porque ao teu lado
todas as coisas eram possíveis.

 

Mas isso era no tempo dos segredos,
era no tempo em que o teu corpo era um aquário,
era no tempo em que os meus olhos
eram realmente peixes verdes.
Hoje são apenas os meus olhos.
É pouco mas é verdade,
uns olhos como todos os outros.

 

Já gastámos as palavras.
Quando agora digo: meu amor,
já não se passa absolutamente nada.
E no entanto, antes das palavras gastas,
tenho a certeza
de que todas as coisas estremeciam
só de murmurar o teu nome
no silêncio do meu coração.

 

Não temos já nada para dar.
Dentro de ti
não há nada que me peça água.
O passado é inútil como um trapo.
E já te disse: as palavras estão gastas.

 

Adeus.

 

         EUGÉNIO DE ANDRADE


tags:

publicado por tudoanorte às 18:22
link do post | comentar | favorito

Cuidados com o bébé



publicado por tudoanorte às 18:09
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito

Teste de visão

      

 

 Se você demorou mais do que 30s a ver o mar,

então você não passou no teste !...

 


tags:

publicado por tudoanorte às 18:06
link do post | comentar | favorito

Hipertensão arterial

 

A hipertensão arterial é, geralmente, uma afecção sem sintomas na qual a elevação anormal da pressão dentro das artérias aumenta o risco de perturbações como o AVC, a ruptura de um aneurisma, uma insuficiência cardíaca, um enfarte do miocárdio e lesões do rim.

A palavra «hipertensão» sugere uma tensão excessiva, nervosismo ou stress. No entanto, em termos médicos, a hipertensão refere-se a um quadro de pressão arterial elevada, independentemente da causa. Chama-se-lhe «o assassino silencioso» porque, geralmente não causa sintomas durante muitos anos (até que lesiona um órgão vital).

A hipertensão arterial afecta muitos milhões de pessoas com uma diferença notória conforme a origem étnica. Por exemplo, nos Estados Unidos, onde afecta mais de 50 milhões de pessoas, 38 % dos adultos negros sofrem de hipertensão, em comparação com 29 % de brancos. Perante um nível determinado de pressão arterial, as consequências da hipertensão são mais graves nas pessoas de raça negra.

Nos países desenvolvidos, calcula-se que só se diagnostica esta perturbação em dois de cada três indivíduos que dela sofrem, e só 75 % deles recebem tratamento farmacológico, e este só é adequado em 45 % dos casos.

Quando se mede a pressão arterial, registam-se dois valores. O mais elevado produz-se quando o coração se contrai (sístole); o mais baixo corresponde à relaxação entre um batimento e outro (diástole). A pressão arterial transcreve-se como a pressão sistólica seguida de uma barra e, em seguida, a pressão diastólica [por exemplo, 120/80 mmHg (milímetros de mercúrio)]. Esta medição seria lida como «cento e vinte, oitenta».

A pressão arterial elevada define-se como uma pressão sistólica em repouso superior ou igual a 140 mm Hg, uma pressão diastólica em repouso superior ou igual a 90 mmHg, ou a combinação de ambas. Na hipertensão, geralmente, tanto a pressão sistólica como a diastólica estão elevadas.

Na hipertensão sistólica isolada, a pressão sistólica é superior ou igual a 140 mmHg, mas a diastólica é menor que 90 mmHg (isto é, esta última mantém-se normal).

A hipertensão sistólica isolada é sempre mais frequente na idade avançada. Quase em todas as pessoas a pressão arterial aumenta com a idade, com uma pressão sistólica que aumenta até os 80 anos pelo menos e uma pressão diastólica que aumenta até aos 55 a 60 anos, para depois estabilizar-se e inclusive descer.

 

          MANUAL MERCK para a Família

 


tags:

publicado por tudoanorte às 18:02
link do post | comentar | favorito

Quarta-feira, 25 de Fevereiro de 2009
Ilusões

 



publicado por tudoanorte às 17:59
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito

Wanted !?...

          



publicado por tudoanorte às 17:57
link do post | comentar | favorito

A escultura do dia



publicado por tudoanorte às 17:55
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito

Sou assim :
pesquisar
 
Dezembro 2009
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
10
11
12

14
15
16
17
18

20
21
22
23
24
25
26

27
28
29
30
31


posts recentes

Piercings

Tão novinho e já sabe ver...

Teste de Atenção

A escultura do dia

Gradeamento oiginal !?...

Gripe A: 75% dos casos fa...

O poema do dia

Original !...

A anedota do dia

Abrilhantador !!??....

arquivos

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

tags

todas as tags

favoritos

...e assim...

links
Fazer olhinhos
blogs SAPO
subscrever feeds